Home > Notícias > CRP-03 confirma apoio à campanhas sociais durante o mês de maio

CRP-03 confirma apoio à campanhas sociais durante o mês de maio

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Maio Amarelo, Maio da Diversidade, Dia Nacional da Luta Antimanicomial e Dia de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes são as campanhas apoiadas

Ao longo do mês de maio, o Conselho Regional de Psicologia (CRP-03) intensifica o apoio a quatro campanhas sociais. Através da divulgação e debates, o CRP-03 busca divulgar a importância dessas ações para a comunidade e para as/os profissionais de Psicologia, encarregadas/os de disseminar a liberdade, a dignidade, a igualdade a integridade do ser humano em sua profissão.

Quatro movimentos se destacam neste mês: o Maio amarelo (cujo objetivo é chamar atenção para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo), o Maio da Diversidade (momento de reflexão sobre o respeito à diversidade sexual), o Dia Nacional da Luta Antimanicomial e o Dia de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Saiba mais sobre o significado e importância dessas datas:

Maio da Diversidade

Ao longo do mês, diversas ações são feitas contra o preconceito e incentivo à valorização da diversidade sexual, para promover o respeito aos direitos humanos e combater a violência contra a população LGBT.

Para o conselheiro Anderson Fontes, a divulgação da causa para a categoria é importante pelo processo de formação continuada da/o profissional. “O Conselho é um órgão disciplinador, capaz de promover reflexões relevantes e norteadoras para a atuação da/o profissional de Psicologia”, afirma.

O psicólogo também destacou a defesa feita pelo CRP à Resolução que estabelece normas de atuação relacionadas à Orientação Sexual (Resolução do CFP nº 001/99). “A prática do Conselho em divulgar estas ações e assumi-las como causas importantes para um pleno exercício profissional, vem ocupar um espaço importante na consolidação da Psicologia”, defendeu.

Dia de Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Após o caso de uma criança do Espírito Santo que foi violentada e assassinada, o 18 de maio passou a ser lembrado nacionalmente como o Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Apesar da subnotificação, os números mostram que há muito que evoluir. O serviço do Governo Federal recebeu quase cinco mil denúncias nos primeiros quatro meses de 2016.

“O abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes compõem uma triste realidade que vitima milhões de meninas e meninos em todo o mundo. É de suma importância que CRP-03 se debruce e se manifeste em defesa dos que sofreram essa violência. Precisamos superar o tabu e a invisibilidade que apenas contribuem para a manutenção da problemática”, afirma a psicóloga Luana Gomes, coordenadora do Grupo de Trabalho Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente.

 

Dia Nacional da Luta Antimanicomial

O 18 de maio marca o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, data instituída em 1987 com o lema “Por uma sociedade sem manicômios”. A luta relembra a necessidade de enxergar a prática manicomial como uma forma de produção e perpetuação do sofrimento psíquico e de se defender um tratamento humanizado das/os portadoras/es de sofrimento mental.

O Conselheiro Renan Rocha destacou a necessidade de aprofundamento do debate. “O Sistema Conselhos de Psicologia precisa se apropriar do debate em torno da Luta Antimanicomial, pela dimensão histórica da questão. É necessário chamar a atenção para o compromisso com o fim de todas as lógicas que, ao invés de cuidar, geram mais sofrimento e humilhação social. Para as/os psicólogas/os, assumir um posicionamento no sentido da defesa do fechamento destes hospitais se impõe como uma responsabilidade”, pontuou o psicólogo.

O CRP-03 já se manifestou sobre a prática. Saiba mais aqui.

 

Maio Amarelo

O movimento Maio Amarelo nasceu com a proposta de chamar atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito de todo o mundo. A ação mobiliza diversos setores da sociedade: poder público, associações, sociedade civil e entidades de classe.

No CRP-03, existe, permanentemente, a Comissão de Mobilidade Urbana no Trânsito, cuja proposta é abordar assuntos referentes ao planejamento urbano, educação, cidadania e segurança, além de debater a construção de teorias e práticas para um trânsito mais seguro.

Saiba mais.