Home > Notícias > 11 de novembro: dia municipal de luta contra a medicalização da educação e da sociedade

11 de novembro: dia municipal de luta contra a medicalização da educação e da sociedade

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

O dia municipal de luta contra a medicalização da educação e da sociedade (lei municipal nº 8857/2015) foi instituído na cidade do Salvador no dia 29 de julho de 2015, através de uma parceria entre o Núcleo Bahia do Fórum sobre medicalização da educação e da sociedade e o vereador Hilton Coelho.

Entendemos por medicalização o processo que reduz ao âmbito do individual, questões complexas e multifatoriais, transformando, artificialmente, problemas coletivos das mais diversas ordens – social, política, cultural, educacional – em “doenças”, “transtornos”, “síndromes” etc.

Comemorado no dia 11 de novembro, o dia municipal representa um marco no avanço da luta contra a medicalização, uma vez que dá visibilidade e amplia a discussão da temática no município. Ressalta-se que Salvador é a terceira cidade do Brasil, São Paulo e Campinas são as outras, a ter essa esse dia.

Assim, ter garantido um dia para tal luta é de grande importância para chamar atenção para o tema, informar e conscientizar profissionais e familiares a respeito do processo de medicalização da vida, tão comum no cenário atual.

O dia municipal é relevante, também, no processo de articulação de entidades, movimentos e grupos que tenham afinidade e dialoguem com o tema da medicalização, a fim de fortalecer a luta, contribuir no enfrentamento do fenômeno e construir concepções e práticas desmedicalizantes.