Home > Notícias > 2º dia da Mostra contou com minicursos da Biblioteca e da Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-03

2º dia da Mostra contou com minicursos da Biblioteca e da Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-03

sexta-feira, 19 de outubro de 2018
A II Mostra de Práticas em Psicologia e Políticas Públicas na Bahia seguiu o cronograma e promoveu uma série de atividades ontem (18), na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Apresentação de trabalhos, pôsteres e mesas institucionais estavam dentro da programação, além dos minicursos promovidos pela Biblioteca e Comissão de Orientação e Fiscalização do Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03). Segundo a organização do evento, cerca de 500 pessoas participaram das atividades.
 
Com o auditório lotado de profissionais e estudantes de Psicologia, a psicóloga orientadora fiscal do Conselho, Taís Britto, realizou o minicurso sobre elaboração de documentos nas políticas públicas. A bibliotecária do CRP-03, Rosaline Otero também esteve à frente de um minicurso, com a temática “Bases e mecanismos de busca em Psicologia”. Diversos trabalhos foram apresentados durante o dia inteiro, com temas relacionados aos eixos sobre população LGBT, diversidade sexual e de gênero; relações étnicos-raciais; rede de atenção psicossocial, sistema único de saúde e mulheres.
 
Como parte do evento, a Mostra promoveu duas mesas institucionais, no período da manhã e da noite, no auditório Glauber Rocha, situado na Biblioteca Central da Universidade. O primeiro momento contou com a participação das psicólogas Ana Mara Dutra, Ivana Almeida, Anne Costa e Suzana Costa. As participantes discutiram sobre o direito à saúde, inclusão social, combate à pobreza, políticas públicas para as mulheres dentre outros pontos. Já na segunda mesa, as/os conselheiras/ Monaliza Cirino e Mailson Pereira, juntamente com as/os representantes de associações e entidades da Psicologia, Marcelo Tourinho (Sindicato), Marília Machado (CES-BA), Mércia Mattos (Abrapso) e Eurisa Maria promoveram um diálogo sobre controle social.
 
Na opinião do estudante de Psicologia Edivaldo Filho, de Itabuna, falar sobre políticas públicas é uma necessidade. Segundo ele, que esteve o dia inteiro na Mostra, o espaço é importante para troca de experiências “A gente ouve as pessoas falando sobre políticas públicas, mas não sabe o que está sendo praticado. Para nós, estudantes, é importante participar de um evento como esse para mostrar nossos trabalhos e ver o que outras/os pessoas estão fazendo”, falou Edivaldo.