(DES)ARTICULANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS NO CAMPO DA INFÂNCIA: IMPLICAÇÕES DA ABRIGAGEM | CRP-03
/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single.php
Início  →  Novas Aquisições  →  (DES)ARTICULANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS NO CAMPO DA INFÂNCIA: IMPLICAÇÕES DA ABRIGAGEM
(DES)ARTICULANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS NO CAMPO DA INFÂNCIA: IMPLICAÇÕES DA ABRIGAGEM
(DES)ARTICULANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS NO CAMPO DA INFÂNCIA: IMPLICAÇÕES DA ABRIGAGEM

(DES)ARTICULANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS NO CAMPO DA INFÂNCIA: IMPLICAÇÕES DA ABRIGAGEM

(Des)articulando as políticas públicas no campo da infância: implicações da abrigagem

(Des)articulando as políticas públicas no campo da infância: implicações da abrigagem

Autora

EDUNISC

Publicação

2006

Páginas

250

Disponibilidade

Disponível na Biblioteca CRP-03

Forma de Aquisição

Doação

Instituição

EDUNISC

Descrição:

[Total: 0    Média: 0/5]

Resumo:

Quando assumimos a condição de sujeitos sensíveis-pensantes abrimos a possibilidade da escuta para vozes diferentes, no caso da pesquisa neste livro, as vozes de trabalhadores e usuários das políticas públicas no campo da infância. Ao problematizar algumas certezas da Psicologia, fica evidente o desejo do autor de dilacerar dogmas sobre os quais se sustentam as práticas cotidianas de negligência e abandono, incompetência, hipocrisia e mediocridade que, infelizmente, têm caracterizado significativa parte do cotidiano de instituições e do fazer de algumas psicologias, especialmente quando se dirigem às classes populares. Como decorrência, o estudo mostra/denuncia discursos psi/legais/institucionais que legitimam e naturalizam o sofrimento de crianças.