ESTÁGIOS EM PSICOLOGIA ESCOLAR | CRP-03
/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single.php
Início  →  Novas Aquisições  →  ESTÁGIOS EM PSICOLOGIA ESCOLAR
ESTÁGIOS EM PSICOLOGIA ESCOLAR
ESTÁGIOS EM PSICOLOGIA ESCOLAR

ESTÁGIOS EM PSICOLOGIA ESCOLAR

Estágios em psicologia escolar: proposições teórico-práticas

Estágios em psicologia escolar: proposições teórico-práticas

Autora

EDUEM

Publicação

2016

Páginas

258

Disponibilidade

Disponível na Biblioteca CRP-03

Forma de Aquisição

Doação

Instituição

EDUEM

Descrição:

[Total: 0    Média: 0/5]

Resumo:

A análise sobre a formação e suas relações com a qualidade do exercício profissional na Psicologia vem cada vez mais ganhando destaque em todo o mundo. Como enfrentar o desafio de formar psicólogos críticos, reflexivos, com consolidada formação filosófica, conhecimento aprofundado de diferentes mediações teóricas e domínio de recursos metodológicos que permitam delimitar as melhores alternativas de ação?
Os trabalhos que compõe essa coletânea podem contribuir de modo efetivo para o aprofundamento desse tema porque constituem-se em expressões concretas do redirecionamento critico do processo de formação dos profissionais da Psicologia. A apresentação de experiências, bem sucedidas, desenvolvidas em estágios em cursos de graduação em Psicologia, supervisionados por professores de universidades públicas dos Estados de Minas Gerais, Paraná, Rondônia e São Paulo, evidencia diferentes possibilidades de articulação de atividades de ensino direcionadas a formação de profissionais competentes e eticamente comprometidos com processos de humanização.
A obra, em tela, pode auxiliar professores, alunos e profissionais de Psicologia, oferecendo subsídios teórico-práticos para a condução dos estágios e/ou para a atuação na área da Psicologia Escolar e Educacional. Os autores apresentam, de forma geral, uma concepção de Psicologia e Educação que defende que a função social da escola é a socialização dos conhecimentos, produzidos pela humanidade, e deixam evidente a necessidade de considerar as questões postas no cotidiano da escola produzida a partir de condições histórico-sociais.