Home > Notícias > Conselho emite nota sobre censura artística

Conselho emite nota sobre censura artística

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Nota de Apoio ao Goethe Institut Salvador-Bahia

31 de outubro de 2017

O Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03) e a Associação Brasileira de Ensino da Psicologia (ABEP- Bahia) vem a público demonstrar seu apoio ao Goethe Institut Salvador-Bahia ao acolher e permitir a exibição do espetáculo “O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu” que teve suspensa sua apresentação no Espaço da Barroquinha pela decisão liminar da lavra do juiz Paulo Henrique Albiani Alves na ação tombada na 12ª Vara Cível e Comercial de Salvador sob o n.0566408-05.2017.8.05.0001, configurando-se censura à liberdade artística.

A peça teatral em questão traz como reflexão a violência sofrida pela população transgênera e tinha como atriz uma mulher trans interpretando o papel de Jesus. Excelente oportunidade para discutir a relação entre fundamentalismo religioso e questões LGBT’s, inclusive a crescente onda de violência sofrida por este público e sustentada por ideias de cunho fundamentalista religioso. A própria decisão do juiz reflete um segmento da sociedade que tem a trans-lesbo-homofobia como um de seus motes centrais e consideram como ofensa o fato de uma mulher trans interpretar o papel de Jesus.

As identidades trans são legítimas e não devem, sob hipótese alguma, configurar argumentos para proibir apresentações artísticas ou qualquer outro tipo de manifestação cultural, merecendo respeito e o devido reconhecimento social principalmente por parte do judiciário do nosso país cujo papel é resguardar os direitos das/os cidadãs/ãos garantidos pela Constituição.

Ressaltamos a importância de atitudes como a do Goethe Institut Salvador-Bahia, que ao cumprir seu papel de promoção da cultura e respeito à diversidade, recepcionou o espetáculo e seu público nas suas dependências reforçando a relevância de tais manifestações culturais a fim de provocar debates e reflexões acerca de processos que marginalizam os sujeitos por conta de seus marcadores sociais.

Conselho Regional de Psicologia da 3ª Região – Bahia (CRP03)

Associação Brasileira de Ensino da Psicologia (ABEP- Bahia)

Fotografia:  Ligia Jardim (Divulgação)