/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single-crepop.php
Início  →  CREPOP  →  Cartilha: Políticas Públicas  →  Saúde  →  Programas e Serviços de atenção a IST/HIV/AIDS  →  Documentos de Referência
ícone de arrastar para os lados Arraste as tabelas para os lados para visualizar todas as colunas.
PublicaçãoOrigemEmentaAnoLink
Metodologia de planeamento estratégico para o HIV/SIDA e outras DST's no brasilMinistério da SaúdeBusca a melhoria da qualidade de vida das pessoas vivendo com HIV e aids, na garantia do diagnóstico e tratamento das DST e da infecção pelo HIV, bem como na adoção de práticas seguras que reduzam a transmissão sexual e parenteral do HIV.1998
Política nacional de DST/AIDS: princípios, diretrizes e estratégiasMinistério da SaúdeVisa sistematizar as diretrizes que norteiam as ações do programa Nacional de DST/AIDS no âmbito da secretaria de políticas de saúde do ministério da saúde.1999
Gênero e prevenção das DST/AIDSCoordenação nacional de DST/AIDS(CN-DST/AIDS)Versão da consultoria solicitada pela unidade de prevenção da coordenação nacional de DST/AIDS (CN-DST/AIDS) em junho de 2001, para subsidiar diretrizes para a prevenção de DST/AIDS em mulheres, com um enfoque de gênero. O trabalho tomou como ponto de partida o documento “diretrizes e políticas de prevenção e controle de DST/AIDS em mulheres” (1997), elaborado pelo grupo de trabalho constituído pela CN-DST/aids para aprofundar este tema.2001
Adolescentes jovens vivendo com HIV/AIDS: cuidado e promoção da saúde no cotidiano da equipe multiprofissionalHarvard AIDS InstituteResultado de um projeto de pesquisa conduzido por diversos profissionais Instituições brasileiras no campo da AIDS, integrado numa iniciativa de cooperação internacional para melhoria do cuidado das pessoas vivendo com HIV/AIDS: o projeto Enhancing Care Iniciative (SCI). A iniciativa é coordenada pelo Harvard Aids Institute e François-xavier Bagnoud center For Health and Human Rights, da Harvard School of Public Health.2004
Critérios de definição de casos de AIDS em adultos e criançasMinistério da SaúdeA atual revisão (2004) está embasada na experiência acumulada nesses dezesseis (16) anos de vigilância da AIDS no Brasil, mas é consequência, principalmente, da necessidade de simplificar os critérios de definição de caso vigentes, sem prejuízo à sua sensibilidade. No presente documento, estruturou-se, em uma só publicação, as novas definições de casos de AIDS em adultos e crianças no brasil estabelecidas em 20032004
Plano de enfrentamento da epidemia de aids e das DST entre Gays, HSH e TravestisMinistério da SaúdeO Ministério da Saúde, em parceria com o conselho nacional dos secretários de saúde (CONASS) e o conselho nacional de secretários municipais de saúde (CONASEMS), apresenta às instituições Que atuam no campo da promoção da saúde, dos direitos humanos, dos direitos sexuais e reprodutivos o plano nacional de enfrentamento da epidemia de aids e DST entre gays, outros homens que fazem sexo com homens (HSH) e travestis.2007
Prevenção POSITHIVAMinistério da SaúdeFolhetos voltados para profissionais de saúde, gestores, soropositivos e familiares que tratam da prevenção POSITHIVA, protagonismo, direitos humanos, qualidade da atenção à saúde, sexualidade, adesão ao tratamento, uso de álcool e outras drogas, além de esclarecer sobre HIV, aids e outras doenças sexualmente transmissíveis.2007
Diretrizes para o fortalecimento das ações de adesão ao tratamento para pessoas que vivem com HIV e AIDSMinistério da SaúdeAfirma-se a importância da adesão ao tratamento como uma das dimensões do cuidado integral e recomendam-se ações que proporcionem melhoria na qualidade de vida de quem vive com HIV ou AIDS.2007
Teste rápido – porque não?Ministério da SaúdeEsta publicação traz cinco estudos, mostrando a elaboração de uma Política de ampliação da testagem baseada em evidências. Espera-se Que essas evidências tenham uma maior divulgação entre gestores, Profissionais de saúde e usuários potenciais das vantagens do teste rápido, Contribuindo assim para que um maior número de pessoas conheçam o Seu status sorológico e possam se beneficiar dos recursos de prevenção e Controle disponíveis no país.2007
Dicas POSITHIVASMinistério da SaúdeSérie de cartilhas educativas, voltada para o público geral que vive ou convive com o HIV/AIDS sobre tratamento, lipodistrofia, alimentação saudável e reprodução.2007
Prevenção e tratamento dos agravos resultantes da violência sexual contra mulheres e adolescentesMinistério da SaúdeNorma técnica com considerações gerais para o uso de profilaxia de hepatite B, HIV e outras DST após situações de exposição sexual.2007
Manual de adesão ao tratamento para pessoas vivendo com HIV e AIDSMinistério da SaúdeO ministério da saúde lançou o manual de adesão ao tratamento para pessoas vivendo com HIV e AIDS. A proposta é que esta publicação seja usada por profissionais que trabalham com este tema, com o objetivo de que as atividades em adesão extrapolem a compreensão focada apenas nos medicamentos e ampliem suas ações - de forma compartilhada com os usuários - para fora dos espaços tradicionalmente utilizados.2008
Direitos humanos e HIV/AIDS: avanços e perspectivas para o enfrentamento da epidemia no BrasilMinistério da SaúdeEsta publicação pretende trazer trajetórias, avanços e perspectivas propostas pelas várias pessoas e instituições que integra o cenário da defesa dos direitos humanos no enfrentamento da epidemia de HIV/AIDS no país. A publicação também traz relatos de experiência que, quando confrontados Por uma situação de violação de direitos humanos, apontam caminhos de acesso à justiça que não se limitam ao acesso a um tribunal, mas que valorizam o saber comunitário.2008
Prevenção e atenção às IST/AIDS na saúde mental no Brasil: análises, desafios e perspectivasMinistério da SaúdeEste livro descreve os resultados de um projeto multicêntrico de pesquisa de âmbito nacional, o projeto pessoas, que examinou as condições clínicas, sociais e comportamentais de vulnerabilidade dos indivíduos com transtornos mentais às infecções e doenças sexualmente transmissíveis, entre as quais o HIV, a Sífilis e as hepatites B e C. Os resultados, contribuirão para a identificação de prioridades e lacunas nessa área e para a ampliação e o redimensionamento desse esforço colaborativo, com impacto significativo na qualidade de vida das pessoas com transtornos mentais.2008
Referências técnicas para a prática do(a) psicólogo(a) nos programas de DST e AIDSCFPReferência do centro de referência técnica em psicologia e políticas públicas (CREPOP).2008
Formação de multiplicadores para a prevenção das DST/AIDS numa universidade espanholaCFPVisa apresentar o relato de experiência de um curso de capacitação desenvolvido por psicólogas brasileiras com estudantes do master en psicología clínica y de la salud, da Universidad Autônoma de Madrid (UAM). O curso teve 15h de duração, no decorrer de três semanas, com oficinas sobre sexualidade, DST/AIDS, drogas e planejamento de projetos.2008
Revista AZTMinistério da SaúdeResultado do concurso “vidas em crônica: retratos da aids no brasil”, a AZT selecionou 12 histórias reais, ambientadas nas décadas de 1980, 1990 ou período de 2000 até os dias atuais. A revista dar voz àqueles que desejam contar suas histórias, suas experiências e, de alguma forma, dar força a quem precisa enfrentar a doença, o preconceito e a discriminação2009
Recomendações para terapia antirretroviral em crianças e adolescentes infectados pelo HIV - 2009Ministério da SaúdeConsenso de recomendações de tratamento em crianças e adolescentes.2009
Acesso universal no Brasil: cenário atual, conquistas, desafios e perspectivas 2010Ministério da SaúdeRelatório sobre o acesso universal a prevenção e tratamento da aids no Brasil, em sintonia com a estruturação e princípios que regem o sistema único de saúde, bem como com as disposições da constituição federal de 1988, que assegura a saúde como direito de todos e dever do estado.2010
Guia para o cuidador domiciliar de pessoas que vivem com HIV/AIDSMinistério da SaúdeA assistência integral às pessoas vivendo com HIV/AIDS, o respeito aos seus direitos e a sua dignidade, ao lado das ações de prevenção e do amplo acesso ao tratamento, têm sido os principais motivos do prolongamento da expectativa e da qualidade de vida das pessoas infectadas.2010
Resposta +Ministério da SaúdeRevista sobre a experiência brasileira no combate ao HIV/AIDS e outras DST's.2010
Saúde e sociedade - população negra e AIDSMinistério da SaúdeOs artigos apresentados são frutos de dois editais públicos de chamada de pesquisas lançados pelo departamento de DST, AIDS e hepatites virais. Os resultados das pesquisas selecionadas, com diversas abordagens e enfoques, apontam para o fato de que se, por um lado, houve um avanço significativo, reconhecido internacionalmente, no enfrentamento da epidemia de HIV e AIDS em nosso país; de outro, ainda se observa a persistência das condições de vulnerabilidade e de exposição à epidemia do HIV/AIDS entre negros e pardos.2010
Políticas públicas em contextos de violência relacionados ao consumo de álcool e outras drogasMinistério da SaúdeEsse manual de orientação é fruto de um processo de trabalho e de parceria estabelecida entre o departamento de DST, AIDS e hepatites virais e o escritório das nações unidas sobre drogas e crime (UNODC) para a execução do projeto PAF I59 – “treinamento de profissionais da área de saúde nos estados, municípios e organizações da sociedade civil sobre sexualidade e prevenção ao uso indevido de drogas, com objetivo de apoiar a implementação de políticas públicas relacionadas às DST e aids no Brasil”.2010
Adesão ao tratamento antirretroviral no Brasil: coletânea de estudos do projeto ATARMinistério da SaúdeEste livro consolida os resultados de excelente produção científica brasileira sobre um tema crucial para a política de enfrentamento da epidemia de HIV/AIDS: a adesão a terapia antirretroviral. Esta produção destaca-se por tratar, com o rigor necessário, um tema complexo do ponto de vista metodológico, em uma perspectiva transdisciplinar.2010
Trabalhando com mulheres e AIDSMinistério da SaúdeCartilha de orientação para multiplicadores.2010
Adolescentes e jovens para a educação entre pares - SPEMinistério da SaúdeGuia do projeto saúde e prevenção nas escolas para adolescentes e jovens participarem da educação entre pares.2010
Tecendo redes: uma experiência de prevenção de DST/AIDS entre meninos e meninas em situação de ruaFundo das nações unidas para a infância (UNICEF)Demonstra exemplos de iniciativas do projeto piloto MMSR – meninos e meninas em situação de rua na prevenção de DST/AIDS.2011
Plano de enfrentamento da epidemia de aids e outras DST entre gays, outros HSH e travestisMinistério da SaúdeA construção deste plano levou em consideração as diretrizes do programa Brasil sem homofobia e contribuições da sociedade civil, profissionais e gestores, incluindo consulta pública através da internet. Ele foi dividido em duas agendas afirmativas distintas: uma para gays e outros HSH, com 8 objetivos específicos e outra com ações voltadas a travestis, com 6 objetivos específicos.2011
Revista AZT 2Ministério da SaúdeA revista AZT, foi pensada para dialogar com os jovens sobre prevenção às DST, aids e hepatites, por meio de relatos inspiradores da realidade de jovens que passaram a enfrentar o vírus da AIDS. As histórias foram selecionadas no 2º concurso “vidas em crônica”.2011
HIV/AIDS no Brasil: provimento de prevenção em um sistema descentralizado de saúdeMinistério da SaúdeEm dezembro de 2009, a principal autoridade brasileira em HIV/AIDS, Dra. Mariângela Galvão Simão, fez reflexões sobre o progresso do brasil no combate à doença. A resposta imediata e agressiva do país ao HIV/AIDS, com base nos direitos humanos e na cooperação entre instituições da sociedade civil e do governo, foi considerada um sucesso pela comunidade internacional.2011
Atenção em saúde mental nos serviços especializados em DST/AIDSMinistério da SaúdeO documento apresenta orientações voltadas para as equipes dos serviços de atenção especializada (SAE), relacionadas ao cuidado em saúde mental e às possibilidades de inserção nas redes de atenção à saúde, por meio da interface com outros pontos da atenção. Tais considerações são fundamentais para que a melhoria na qualidade da atenção seja observada nesses serviços.2012
Atenção em saúde mental nos serviços especializados em DST/AIDSMinistério da SaúdeO documento foi concebido a partir da necessidade de as equipes multiprofissionais dos serviços de atenção especializada (SAE) se apropriarem do processo de construção ou aprimoramento de um modelo de saúde mental em que todos os profissionais da equipe tenham participação ativa e se relacionem com outros serviços, melhorando a qualidade da assistência integral prestada, além de apresentar orientações voltadas para tais equipes.2012
Recomendações para a prática de atividades físicas para pessoas vivendo com HIV e AIDSMinistério da SaúdeVisa ajudar a contrabalançar os efeitos colaterais decorrentes da medicação antirretroviral e da própria infecção crônica pelo HIV, tendo como objetivo a discussão qualificada do tema, com recomendações para subsidiar os profissionais de saúde na sua prática diária com portadores do HIV e AIDS.2012
Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas para adultos vivendo com HIV/AIDS - 2013Ministério da SaúdeO ministério da saúde vai ampliar a indicação de uso do tratamento antirretroviral, que poderá ser administrado de maneira precoce. A medida, que integra o novo protocolo clínico e as diretrizes terapêuticas da doença, tem como objetivos reduzir a ocorrências de infecções associadas à aids e minimizar a transmissão do vírus.2013