Home > Notícias > Debate sobre clínica e política abre a Semana PSI 2015

Debate sobre clínica e política abre a Semana PSI 2015

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Para dar início às atividades da Semana PSI 2015 em Salvador, o CRP-03 promoveu a palestra e debate sobre Clínica & Política, na noite do dia 24 de agosto. A palestra foi conduzida pela psicanalista e doutora em Saúde Coletiva da UERJ, Ana Cristina Figueiredo; e mediada pela pesquisadora e doutora em Saúde Pública da UFBA, Vládia Jucá.

No começo da palestra, Ana Cristina Figueiredo contou um pouco das experiências e dificuldades vivenciadas no CAPS em que foi supervisora, como falta de profissionais, medicamentos e alimentação. Durante o diálogo, a psicanalista salientou o momento em que o Brasil se encontra: “Estamos vivendo um período difícil no país, de avanços, e ao mesmo tempo, retrocessos muito violentos. Dentro da Psicologia, as/os psicólogas/os têm muito a fazer nesse trabalho”, pontuou. A psicanalista também ampliou a discussão para além da situação brasileira, trazendo para o debate tópicos como os regimes totalitários e a democracia.

A palestrante destacou como ponto principal da apresentação “o saber e a verdade”, a partir das análises de pensadores como Henry Bauchau, Sigmund Freud e Jacques Lacan. “A posição do clínico é de se abster de sua opinião e mesmo do seu saber. Esse saber deve ser colocado em suspensão para permitir a produção de um saber, através da palavra do sujeito”, explicou. Ana Cristina também defendeu a ideia de que não existe uma só verdade: “Quando estamos na clínica, não há um confronto de verdades. É que não há verdade última e não há saber último sobre a verdade. O saber é sempre contingente”, disse.

Vládia Jucá, a mediadora da palestra, salientou que a uma democracia não significa dizer e nem agir da forma que o individuo deseja. “A ideia da democracia é poder negociar com a palavra, o que causa esse conflito de que a minha palavra não é a última”, falou. A pesquisadora também mencionou a dimensão da presença da política no cotidiano da clínica: “Quando há um reposicionamento de conseguir se perceber em um outro lugar, e falar a partir desse outro lugar, nós já estamos fazendo política”, afirmou.

A Semana PSI 2015 continua! Hoje teremos atividades em Salvador, Alagoinhas e Itapetinga. Os eventos são gratuitos. Participe!