/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single.php
Início  →  Notícias  →  População em situação de rua sofre aumenta durante pandemia

População em situação de rua sofre aumenta durante pandemia

O dia de hoje é marcado pela lembrança ao Massacre da Sé, que aconteceu no ano de 2004, quando pessoas foram assassinadas e feridas enquanto dormiam na Praça da Sé, em São Paulo, capital. A partir disso, mobilizações por parte de movimentos que lutam pelos direitos da população em situação de rua começaram a ganhar força.

A pandemia de COVID-19 fez com que o número de pessoas nas ruas aumentasse e o perfil delas também mudou, de acordo com o Núcleo de Pesquisa da População de Rua da Fiocruz. Informações do Movimento Nacional da População em Situação de Rua também revelam que desde o início da pandemia, a população vem sendo formada por trabalhadoras/es que não conseguiram pagar aluguel por conta do alto índice de demissão nos últimos meses. 

O Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03) aproveita a data de hoje para lembrar de Maria Lúcia Pereira, líder do Movimento de População de Rua da Bahia (MNPR-BA), que faleceu em 2018 e foi um dos nomes de grande importância na defesa dos direitos humanos destas pessoas. Além disso, nos solidarizamos com o casal ferido por conta de um incêndio, no Porto da Barra, em Salvador.

Na oportunidade, o CRP-03 destaca a necessidade de desenvolvimento e fortalecimento de políticas públicas e ações emergenciais para as pessoas em situação de rua, grupo que sofre com a invisibilização e segue em vulnerabilidade.  

Para a data, a Biblioteca do CRP-03 compartilha estratégia de busca com resultados no REFNET. 

Baixe o arquivo aqui.

Confira também as dicas de leitura sobre o assunto.