CRP-03 | Trajetória de Marcus Vinícius é lembrada em homenagem ao professor
/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single.php
Início  →  Notícias  →  Trajetória de Marcus Vinícius é lembrada em homenagem ao professor
Blog
Blog

Trajetória de Marcus Vinícius é lembrada em homenagem ao professor

Diversas instituições participaram da organização do ato que lotou o auditório da Reitoria

 “Marcus Vinícius, presente!” foi uma das frases mais ouvidas durante o ato que homenageou o psicólogo e professor, morto no início de fevereiro, no município de Jaguaripe, Recôncavo baiano. O evento aconteceu no final da tarde de ontem (18/02), no auditório da Reitoria, com a presença de familiares, amigos, ex-alunos, além dos colegas de trabalho e de luta. O ato foi organizado pelo CRP-03, juntamente com a Universidade Federal da Bahia (UFBA), Associação Metamorfose Ambulante de Usuários e Familiares do Serviço de saúde Mental (Amea) e diversas outras instituições que faziam parte da militância de Marcus Matraga, como era conhecido.

A homenagem contou com músicas, encenações, leitura de poemas, exposição de fotos e exibição de vídeos do professor em momentos da sua trajetória. Foi exibido também um depoimento de Ana Bock, parceira de Marcus Vinícius em vários projetos, em nome do Instituto Silvia Lane de Psicologia e Compromisso Social. A psicóloga fez questão de destacar as algumas das ações mais importantes realizadas pelo professor na construção da Psicologia no Brasil: “Começo com a Mostra de Práticas em Psicologia. Ele acreditava este espaço poderia romper com as barreiras de uma profissão elitista e conservadora. Marcus também trouxe a associação das políticas públicas com a Psicologia; criou e dirigiu o CREPOP; foi vigilante da democracia no Sistema Conselhos; teve papel fundamental no movimento Cuidar da Profissão e deixou um importante legado no que diz respeito aos direitos humanos”, explicou.

O Reitor da UFBA, João Carlos Salles, lamentou a morte do professor e destacou a sua importância em diversas lutas. “A maior homenagem que podemos fazer a um grande militante é nos tornarmos herdeiros da sua energia e do seu encantamento”, disse Salles. Ilka Bichara, Diretoria do Instituto de Psicologia da UFBA, leu um manifesto em nome de todas/os as/os colegas do Instituto, com pedidos de apuração do crime e justa punição para os envolvidos. “Perdemos precocemente um colega atuante na defesa de uma sociedade mais justa. Um colega que era referência nacional e internacional na luta por um modelo de saúde pública inclusiva e de maior qualidade, especificamente na saúde mental”, pontuou a Diretora.

Uma das filhas do psicólogo, Natália Oliveira agradeceu em nome de toda a família, a mobilização feita para a realização do ato. “Trago no meu coração a tentativa de agradecer por toda a energia vibrada em nosso consolo. Como vocês têm me ajudado a manter o professor, psicólogo e militante, vivo dentro de mim, me sinto no dever de manter o meu pai, vivo dentro de vocês”, falou Natália.

O Diretório Acadêmico de Psicologia da UFBA agora leva o nome de Marcus Vinícius.