/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single.php
Início  →  Comissão  →  Mulheres e Relações de Gênero  →  GTPPM – Grupo de Trabalho Psicologia e Políticas para Mulheres

GTPPM – Grupo de Trabalho Psicologia e Políticas para Mulheres

Coordenação: Jessika Borges Lima Santos (CRP-03/19305)

Contato: gtppm@crp03.org.br 

Objetivos:

Sabe-se que a Psicologia é uma profissão composta majoritariamente por mulheres, apesar disso, os modelos estruturais ainda configuram o papel da mulher de modo essencialista e imersas em práticas profissionais com pouca participação intelectual para as discussões no campo político. Assim, o GTPPM tem como principais objetivos oportunizar a reconstrução do feminino sob a perspectiva de gênero, favorecer a apropriação de que o espaço político também é lugar de atuação feminina e fortalecer o papel cidadã da psicóloga com a tarefa de construir e sustentar ideias e práticas com compromisso e responsabilidade social. Concomitantemente, estimular a participação das profissionais e estudantes em psicologia na promoção de reflexões acerca do exercício profissional no que concerne ao empoderamento das mulheres atendidas para que estas não sejam revitimizadas ou se reproduza o ciclo de violação e/ou perda de direitos durante os atendimentos – e em quaisquer outros espaços, assim como criar espaço de diálogo nas instituições de ensino e/ou instituições públicas ou privadas de atendimento às mulheres com vistas à formação de possíveis parcerias.

Estratégias e ações:

– Promover discussão e reflexão sobre a temática de gênero (e demais marcadores sociais), violências, direitos humanos e o papel da Psicologia;

– Discutir as relações de gênero e seus impactos na saúde mental feminina;

– Acompanhar as discussões nas Instituições de Ensino Superior que tenham curso em Formação para Psicologia, da cidade de Feira de Santana/Ba garantindo a presença do GTPPM na construção de espaços para debates acerca de gênero, psicologia e política, bem como divulgação do GT;

– Promover parcerias com Instituições/Entidades públicas e/ou privadas a fim de construir ações práticas de promoção de equidade, garantia de direitos e divulgação da Psicologia como ciência e profissão.

– Atuar de maneira interativa e transversal junto aos outros GT’s e Comissões do CRP03 que realizem discussões acerca de gênero, violências e direitos humanos;

– Utilizar e fortalecer o uso de termos femininos, como instrumento de busca por equidade, visibilidade feminina e rompimento da utilização de linguagem hegemônica e machista;

– Produzir materiais que discorram sobre relações de gênero, fortalecendo a divulgação da temática e do exercício profissional da psicóloga.